Há inúmeros motivos para empresas precisarem de um empréstimo. Para que você possa obter um crédito justo e não contrair dívidas financeiras, é importante que você se atente a alguns detalhes. Vamos te dar dicas de como conseguir um empréstimo justo e alavancar o seu negócio sem surpresas e preocupações.

#1 Faça uma revisão do seu negócio

É importante que, antes de qualquer planejamento novo, você estude a atual situação da sua empresa e entenda todas as entradas e saídas, ativos e passivos, além de deixar claro as prioridades que estarão inseridas no novo planejamento.

Faça-o com calma e seja sincero com o que resultado da revisão para que o próximo planejamento seja ainda melhor e mais eficaz.

Desta forma, você conseguirá observar em quais momentos e se, de fato, você vai precisar buscar um empréstimo para a sua empresa.

#2 Tenha o objetivo do empréstimo bem definido

É imprescindível que você tenha bem definido o destino do capital e separe o crédito, e também as contas do seu negócio, com as suas contas pessoais.

Além disso, ter o destino do crédito bem definido ajuda você a usar somente para o necessário, de acordo com a sua revisão/planejamento. Dessa forma, você cumprirá com o compromisso de pagamento das parcelas que foram acordadas. Sendo assim, não há como se perder entre as entradas e saídas.

#3 Pesquise a instituição mais adequada

Para solicitar um crédito justo e seguro é essencial que você pesquise e procure por outras alternativas, além das tradicionais, com a possibilidade de taxas menores, sem burocracia e, se possível, 100% online para economizar tempo.

É o caso das fintechs, elas são empresas do mercado financeiro que fazem uso de novas tecnologias para oferecer uma alternativa aos bancos tradicionais. A Biva, fintech de empréstimo coletivo (P2P Lending), oferece crédito para empresas com, no mínimo, 12 meses de CNPJ vigente e tem como propósito revolucionar o mercado de empréstimos brasileiro e democratizar o acesso ao crédito.

Também há outras alternativas como empréstimo pessoal (Lendico), empréstimo com garantia (Creditas), entre outras.

#4 Faça o seu pedido de empréstimo

Após escolher a instituição mais adequada para a solicitação do empréstimo, siga o processo indicado, que pode ser diferente de uma instituição para a outra.

Fique atento a golpes!

Nenhuma fintech ou banco tradicional solicita pagamento ou depósito antecipado para análise ou concessão de crédito. Qualquer dúvida, entre em contato via canais oficiais da instituição.

#5 Mantenha o seu compromisso

Contrato assinado e crédito na conta, lembre-se de honrar com o seu compromisso, pagando as parcelas que foram acordadas.

No caso do empréstimo coletivo, conhecido como peer-to-peer lending, o seu empréstimo é financiado por pessoas que acreditaram no seu negócio – como é o caso da Biva, primeira fintech de peer-to-peer lending no Brasil – e é no pagamento das parcelas que mora a rentabilidade deste investidor.

Na Biva, caso haja inadimplência em algum investidor, por parte do empreendedor, o investidor que apoiou/investiu na empresa deixa de receber parte ou total do seu investimento. Por isso, é importantíssimo que mantenha seu compromisso.

Siga a gente nas mídias sociais e acompanhe as novidades sobre o mercado financeiro: Facebook, Linkedin e Twitter.

Escreva um comentário

Pin It