Descubra como 8 dicas são capazes de melhorar significativamente as operações e processos da sua empresa!

Como melhorar meu negócio? Essa dúvida costuma afligir muitos empreendedores que não sabem como agir para otimizar as operações de suas companhias. Pensando nisso, separamos adiante 8 dicas práticas que podem ser aplicadas a qualquer tipo de empresa, com a finalidade de aperfeiçoar os seus processos e atividades. Quer saber quais são elas? Então continue lendo e descubra!

1. Faça um bom controle do fluxo de caixa

Para melhorar e organizar a gestão das finanças, a primeira coisa que você deve fazer é um bom controle do fluxo de caixa. Dessa forma, será possível avaliar corretamente o volume de receitas e gastos gerados com a operacionalização do empreendimento, além de facilitar a projeção de caixa.

Isso é importante para alinhar as datas de recebimentos de clientes com os prazos de quitação de obrigações, junto aos fornecedores e parceiros. Consequentemente, será possível evitar um desalinhamento que pode gerar multas e juros — quando as contas vencem antes do dinheiro entrar.

O controle do fluxo de caixa também deve ser periódico e constante. Essa ação é essencial para diminuir riscos de falhas, confusões e lançamento de dados incorretos. Também evita retrabalhos e perda de tempo com conferências extensas.

2. Revise periodicamente as metas

Para aperfeiçoar a gestão do negócio como um todo, é fundamental monitorar as metas corporativas e seus resultados para avaliar se estão sendo atingidos. Além disso, é preciso verificar se elas são condizentes com as capacidades da empresa e de suas equipes.

Em muitos casos, a dificuldade de bater metas se dá porque só o gestor acredita nelas, enquanto que os demais colaboradores ficam desmotivados com elas. Para que os propósitos organizacionais sejam adequadamente alcançados, os funcionários devem ser mantidos motivados com as metas. Porém, isso dificilmente pode ser obtido se elas não forem realistas, levando em consideração os recursos, habilidades e possibilidades de atuação dos funcionários.

Portanto, quando perceber que os resultados não estão surgindo, vale a pena conferir se o problema está realmente na empresa ou nas metas inalcançáveis para as condições corporativas atuais.

3. Aprimore técnicas de negociação

Para melhorar as vendas da companhia é preciso investir em treinamento e em conhecimentos relacionados às técnicas de negociação. Isso é essencial para convencer um maior número de clientes, especialmente, em uma época em que eles estão se tornando cada vez mais exigentes.

Para tanto, existem algumas estratégias que costumam gerar resultados. Por exemplo, quando o vendedor tem amplo conhecimento do negócio do consumidor, ele consegue propor soluções mais alinhadas ao que o cliente espera. Também demonstra melhor como o seu produto/serviço poderá agregar maior valor. Ambas ações aumentam as chances de conclusão da venda.

4. Invista em comunicação digital

Para aumentar a produtividade e as vendas do negócio é recomendado investir em comunicação digital. Atualmente, grande parte dos empreendimentos já contam com um espaço no meio virtual, como em sites, e-commerces e plataformas de serviços/produtos. Por isso, é essencial migrar parte das operações para esse ambiente ou adotar estratégias de marketing e vendas onlines para impulsionar os resultados.

Uma dica é investir em Inbound Marketing, que adota técnicas de atração de clientes com base em produção de conteúdos que agregam valor. Dessa forma, a captação é feita de modo orgânico e bastante segmentada, sem que sejam necessárias ações invasivas ou que desagradam internautas. Uma boa estratégia de Inbound Marketing é capaz de gerar seguidores e fãs para a empresa, aumentando os seus níveis de fidelização do público.

5. Fomente o desenvolvimento de talentos

Para aperfeiçoar a gestão de funcionários é preciso investir no desenvolvimento de talentos. Isso pode ser feito por meio de treinamentos e ações a curto, médio e longo prazos voltados à capacitação de colaboradores.

Uma grande vantagem dessa prática é que o desenvolvimento pode ser orientado de acordo com as dificuldades da empresa. Desse modo, os colaboradores podem se adaptar melhor às necessidades corporativas, passando a entender melhor o negócio e atuando conforme o que se espera deles.

6. Foque em melhorias constantes nos processos e sistemas de vendas

Além de investir em treinamento e na adoção de técnicas de negociação mais eficientes, é importante fomentar melhorias frequentes em processos e sistemas internos comerciais.

Muitas vezes, os canais de vendas adotados são impróprios ou apresentam desempenho abaixo do que se deseja. Nesses casos, o melhor que pode ser feito é reavaliar a distribuição, as formas de abordagem e os próprios canais, passando a adotar outros meios que sejam mais efetivos.

Para atualizá-los adequadamente, é importante estabelecer indicadores de desempenho que mensurem suas performances. Assim, o gestor conseguirá saber, exatamente, quais processos são mais ou menos eficazes, podendo selecionar os que serão otimizados ou trocados.

7. Busque alternativas de crédito mais vantajosas

Quando a empresa necessita de capital para se expandir ou investir em maquinário, insumos ou outros itens, é normal que o empreendedor busque um empréstimo empresarial. No entanto, para que isso não dê dores de cabeça com juros elevados e muita burocracia, é fundamental procurar alternativas de crédito mais baratas e simplificadas.

Uma delas é o Peer-to-Peer Lending, também conhecido como empréstimo coletivo. Graças a uma plataforma tecnológica, pessoas interessadas em investir e empreendedores que necessitam de capital se encontram.

Essas duas partes podem, então, alcançar seus objetivos, já que os investidores repassam quantias por meio de empréstimos aos tomadores de crédito. Como não há intermediação bancária, apenas da administradora do sistema, e todo o processo de solicitação, concessão e aprovação do crédito é online, os custos são reduzidos. A liberação também é mais rápida.

8. Adote um bom software de gestão

Por fim, lembre-se de contar com uma boa solução de gestão para o negócio, como um sistema Enterprise Resource Planning (ERP). Ele deve ser altamente customizável para se adaptar às necessidades, particularidades e exigências da sua empresa.

Também precisa ser escalável, de modo a acompanhar o crescimento do negócio e a expansão das operações. Ter boa capacidade de integração com diferentes sistemas é outra vantagem, pois facilita conexão com outras ferramentas do negócio e, consequentemente, os dados produzidos podem ser melhor analisados.

Graças a ele e às demais dicas listadas acima, você poderá aperfeiçoar as operações e processos da sua empresa. Para aumentar as respostas para a pergunta inicial “como melhorar o meu negócio?”, é importante também investir em educação financeira e treinamento em liderança.

Se preferir, lembre-se de contar com apoio especializado na área, como de uma consultoria. Dessa forma, a troca de conhecimentos com profissionais especializados poderá trazer mais soluções para você.

Ainda falando sobre software de gestão, que tal ler nosso outro artigo e descobrir agora como uma solução ERP aumenta a produtividade da empresa? Boa leitura!