Não é novidade que a gestão de uma empresa é repleta de detalhes, responsabilidades e até tarefas meramente burocráticas

Dentre as várias ferramentas importantes a serem acompanhadas por um empreendedor, temos a Demonstração de Resultados. Aprenda um pouco mais sobre a Demonstração de Resultados, um dos documentos contábeis mais importantes para a gestão de um empreendimento.

O post de hoje é voltado exclusivamente para essa peça fundamental que auxilia no correto funcionamento de uma empresa, independentemente de seu porte ou segmento de atuação. Reunimos aqui inúmeras informações e dicas para que você tire todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Então, se você faz parte do perfil de empreendedores que deseja lidar melhor com os números do negócio e está sempre em busca de novos conhecimentos para se um tornar um gestor mais eficiente, esse material é para você! Continue lendo e aprenda mais sobre o assunto:

  • O que é Demonstração de Resultados?

No cotidiano corporativo, sabemos que, um empresário precisa estar preparado para lidar com inúmeros indicadores e relatórios — além de saber interpretá-los e pensar em estratégias que correspondam aos resultados obtidos.

O DRE (Demonstração do Resultado do Exercício) é um desses relatórios de grande relevância para o crescimento empresarial. Podemos conceituá-lo como uma métrica financeira utilizada pelas empresas, responsável por apresentar dados importantes para a operação do negócio.

Para que você compreenda melhor, saiba que esse documento tem a missão de compilar todas as informações financeiras do empreendimento a fim de indicar se houve lucro ou prejuízo em determinado período.

Trata-se, assim, de uma demonstração contábil de extrema importância, pois pode lhe responder quanto a sua empresa gastou e quanto ganhou com determinada operação durante o ano. Por isso, inclusive, é substrato para a tomada de decisões.

Além disso, esse demonstrativo costuma ser entregue pelo contador junto com o balanço patrimonial da empresa — duas coisas que não devem se confundir.

  • Como é a estrutura do DRE?

Bom, para que seja possível extrair informações valiosas desse indicador financeiro, é essencial que se conheça e compreenda a sua estrutura. O DRE contém o resumo financeiro de resultados operacionais e não operacionais do negócio em um período previamente definido por você.

Vale ressaltar que, não há uma estrutura fixa, pois isso pode variar com o porte e as atividades da empresa. Ainda assim, há algumas informações comuns em todos eles:

    • Receita bruta de vendas: o valor faturado com as vendas no período indicado;
    • (-) Deduções de vendas: retira-se os valores descontados referente a impostos;
    • (=) Receita líquida de vendas: valor das vendas, já com a dedução dos impostos;
    • (-) CPV / CVM / CSP: retira-se o custo do produto, mercadoria ou serviço vendido;
    • (=) Resultado bruto: valor com as deduções dos custos;
    • (-) Despesas com as vendas: gastos com salários de funcionários, por exemplo;
    • (-) Despesas administrativas: gastos com aluguel e combustível, por exemplo;
  • (-) Outras despesas;
  • (+) Outras receitas;
    • (-) Despesas financeiras: gastos com IOF e juros bancários, por exemplo;
    • (+) Receitas financeiras: juros recebidos, por exemplo;
  • (=) Resultado antes do IR/CSLL
    • (-) IR/CSLL: dedução do Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido;
  • (=) Resultado líquido do exercício.

Como é possível perceber, trata-se de um demonstrativo bem completo. E, por isso, de grande relevância para a condução correta da empresa, auxiliando gestores e empreendedores a tomar decisões mais acertadas.

  • Quais são as informações contidas nesse documento?

Agora, após visualizar um pouco da estrutura do documento, é interessante que você conheça as informações ali contidas.

A construção do resultado final é composta de dados sobre a receita bruta de vendas e serviços, as deduções e impostos incidentes na operação e os respectivos abatimentos. Com essas informações em mãos, encontra-se o valor da receita líquida, da qual é subtraída os custos do produto e serviço para, assim, encontrar o resultado operacional bruto do período analisado.

Na próxima etapa, então, extrai-se demais despesas e acrescenta-se possíveis receitas, encontrando o resultado operacional líquido. Por fim, são retirados os custos com Imposto de Renda e CSLL, finalizando a demonstração de resultados.

  • Por que elaborar uma Demonstração de Resultado é tão importante?

De fato, não é difícil visualizar que esse indicador financeiro contém informações relevantes para empreendedores e gestores. Mas, afinal, por que ele é tão importante? Grosso modo, a Demonstração de Resultados demonstra a real situação da saúde financeira de um negócio.

Por meio dela, é possível visualizar os resultados dos investimentos e demais estratégias adotadas pelos gestores durante um determinado período, sendo possível acompanhar de perto o que tem dado bons frutos e aquilo que precisa ser revisto.

Com isso, fica mais fácil realizar um planejamento estratégico e o planejamento tributário, e até simular cenários para que novas ações sejam implantadas com mais chances de êxito.

Mas não é só isso: ainda é importante frisar que, esse é documento de elaboração obrigatória, conforme a Lei 6.404/76. Trata-se, por tudo isso, de um relatório essencial para se alcançar o sucesso empresarial.

  • Como analisar o DRE?

De fato, como vimos, a Demonstração de Resultados é uma ferramenta completa e muito útil. Mas, para extrair todo o seu potencial, é necessário que se saiba analisar adequadamente os dados fornecidos.

Uma das análises possíveis a se fazer é a do Ponto de Equilíbrio (Break even Point), que esclarece quanto um negócio precisa vender/produzir para obter lucro. Isso porque as informações de custos variáveis e fixos são facilmente visualizadas nesse documento.

Além disso, por meio da análise horizontal ainda se pode identificar variações de gastos do negócio ao longo do tempo. Afinal, é feita uma comparação de DREs de diferentes períodos que mostram as contas que aumentaram e diminuíram no referido espaço de tempo.

Enfim, no post de hoje você pôde aprender um pouco mais sobre a Demonstração de Resultados, um dos documentos contábeis mais importantes para a gestão de um empreendimento.

Como você sabe, um bom empreendedor é muito mais do que aquele que tem boas ideias, pois alcançar o sucesso depende de um gerenciamento financeiro eficiente. Então, agora que você aprendeu tudo isso, basta continuar aperfeiçoando seus conhecimentos e começar a analisar o seu DRE!

 

Mas, antes, o que você acha de compartilhar este conteúdo em suas redes sociais e dividir com seus amigos essas informações? Ajude-nos a levá-lo a mais pessoas!

Escreva um comentário

Pin It