Em um mundo cada vez mais dinâmico e de relações líquidas, entender o novo consumidor pode se tornar uma arma secreta para qualquer empresa. As informações sobre seus clientes não podem mais ser baseadas apenas em seus nomes e e-mails, é preciso muito mais. É preciso conhecer seus hábitos de compra, expectativas, desejos e necessidades.

Entender a mente do seu consumidor vai te gerar mais oportunidades de vendas, assim como aumentar a satisfação, fidelização e melhorar o relacionamento com o cliente.

Por isso, com o objetivo de auxiliá-lo(a) nessa nova jornada do consumidor 3.0, nós em parceria com a NeoAssist, vamos explicar para você, com números e pesquisas, essa nova fase. 😉

Mas como é o novo consumidor?

O consumidor está no comando.

É assim que podemos iniciar esse papo.

O novo consumidor emergiu na era da Internet e das Redes Sociais como um mero espectador das movimentações das empresas com as quais se relacionava, hoje, ele já tem um papel ativo e de controle das relações.

Se antes o consumidor estava condenado a buscar as soluções de que precisava e, muitas vezes, não as encontrava com preços acessíveis ou qualidade aceitável, hoje ele exige ser bem atendido, com eficiência e agilidade. Inclusive, ele até pagaria mais, sem problema algum, por serviços com essas características.

Para se ter ideia, segundo um estudo da NeoAssist, aproximadamente 72% dos consumidores pagariam mais para receber uma experiência personalizada. Conectado, confortável, bem-informado e ciente de tudo o que pode fazer: são algumas das qualidades que compõem o perfil do novo consumidor.

Possuir diversas formas de comunicação com o consumidor, hoje, é fundamental para qualquer empresa. Cerca de 85% dos consumidores brasileiros julgam ser muito importante ou importante o atendimento por dispositivos móveis.

Já 70% dos consumidores brasileiros alegam usar de 2 a 3 canais de atendimento diferentes para entrar em contato com as empresas. Por conta da falta de efetividade desses canais, o telefone continua sendo o canal principal de comunicação, seja para resolver grandes problemas ou para tirar dúvidas simples.

Pode nos parecer banal no cotidiano, mas essa mudança é tão profunda e significativa que irá mudar completamente toda a estrutura dos negócios nos próximos anos.

Hoje, prestar um bom atendimento é muito mais que um bônus está se tornando uma exigência e um grande diferencial competitivo. Separamos uma série de dados para ilustrar o impacto desse novo consumidor.

4 dados sobre o impacto do novo consumidor

O mercado ainda precisa mudar

Apesar da mudança de mindset do consumidor e a grande mudança estratégica de algumas empresas, muitas empresas ainda não conseguem proporcionar boas experiências ao consumidor.

Em uma pesquisa da Harvard Business Review, com aproximadamente 700 profissionais de negócios, apenas 15% disseram que sua organização é atualmente muito eficaz em proporcionar uma experiência relevante e confiável ao cliente (53% dizem que são um pouco eficazes e 32% dizem que não são muito eficazes).

Em outro estudo, dessa vez da Solving for CX, 51% dos profissionais de marketing alegam que a sua organização não pode oferecer a personalização que seus clientes anseiam. Ou seja, a experiência do cliente ainda é um campo não muito explorado pelas empresas, por mais que já seja de conhecimento público a sua importância.

Como mudar a estratégia?

Em um primeiro momento, é preciso entender como lidar com o novo consumidor e entender quais são os seus objetivos no relacionamento com as empresas. Fornecer uma experiência relevante ao consumidor é mais prático do que se imagina.

Quer entender como criar uma experiência de valor? Clique aqui e acesse o infográfico sobre o novo consumidor, ou como a Neo costuma chamar, o consumidor 3.0.

Write A Comment

Pin It