Para entender melhor sobre eles e entender também em quais pontos se diferenciam, veja o que preparamos para você

O mundo empresarial é repleto de jargões e termos que constituem o seu glossário próprio. Entender bem o significado e o conceito por trás dos principais deles é importante para saber como analisá-los adequadamente, especialmente na hora de avaliar a condição atual de um negócio.

Neste post, você vai descobrir alguns dos mais usados, os quais têm uma relação próxima entre si: receita líquida, receita bruta e fluxo de caixa.

#1 O que é receita bruta?

A receita bruta consiste na quantidade total de vendas de mercadorias ou de serviços prestados por uma empresa. A partir dela é que se retiram os custos, despesas e tributos que a companhia deve pagar.

Entre eles, temos o Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) ou o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), que incidem dependendo do tipo e da situação do negócio.

Saber exatamente qual é a receita bruta da organização é muito importante, pois, por meio dela, você poderá descobrir se o empreendimento está tendo os resultados esperados. Também entenderá melhor como o lucro ou o prejuízo do exercício foi gerado, além de descobrir indicadores financeiros, como a lucratividade e as margens de lucro.

A receita bruta é encontrada na Demonstração de Resultado do Exercício (DRE), um dos demonstrativos mais relevantes para se entender a situação financeira de uma empresa. Na DRE, a receita bruta aparece logo no começo, sendo o primeiro item. Ela desconsidera impostos recuperáveis para a obtenção de outra informação importante: a receita líquida.

#2 O que é receita líquida?

Já vimos que, a receita total proveniente das vendas de uma empresa corresponde à receita bruta. Porém, nem sempre é esse o valor que efetivamente fica com a organização ou entra efetivamente em suas contas e caixas.

Dessa quantia é preciso retirar descontos concedidos, devoluções de mercadorias e vendas canceladas. Também é necessário remover as contribuições e impostos que incidem sobre as vendas.

Por outro lado, recebimentos advindos de outras fontes são acrescidos para comporem a receita líquida, como juros e ganhos provenientes de aplicações financeiras. A receita líquida também é mostrada na DRE.

#3 Qual a diferença entre receita líquida e lucro líquido?

O lucro líquido é o valor que sobra após terem sido deduzidos todos os impostos e custos da receita líquida do negócio, em que entram:

Contudo, é preciso destacar que, antes do lucro líquido há o lucro bruto, do qual é preciso deduzir custos fixos e alguns tributos para que ele se torne lucro líquido. Em suma, o lucro líquido é valor resultante final, isto é, o que efetivamente ficará com o negócio. Ele poderá também ser distribuído a acionistas ou aguardará para ser reinvestido futuramente pela empresa.

#4 O que é fluxo de caixa?

O fluxo de caixa corresponde a um instrumento financeiro empregado para controlar e organizar entradas e saídas de recursos econômicos no caixa da empresa. Ele também leva em consideração saldos em contas bancárias e o valor constante no próprio caixa.

As receitas são provenientes da comercialização de mercadorias/serviços, venda de ativos do empreendimento, recebimentos de pendências e dívidas etc. As saídas, por sua vez, são as quantias gastas com pagamentos, compras de insumos, salários, entre outras contas oriundas de despesas e custos fixos e variáveis.

O fluxo de caixa é montado e controlado, normalmente, por mês. Depois desse intervalo de tempo, a empresa encerra suas movimentações para apurar o volume de dinheiro, de saídas e de entradas que circulou pela organização. Contudo, no dia seguinte ela começa outro fluxo de caixa para apurar receitas e gastos do período subsequente.

#5 Quais as principais diferenças e relações entre os três?

Como visto, a receita bruta e a receita líquida são resultados financeiros da empresa, sendo importantes para a análise da sua situação econômica. Já o fluxo de caixa é uma ferramenta de controle das entradas e saídas de dinheiro, as quais, no final do exercício, podem ser somadas e estruturadas para se saber quanto foi a receita total (faturamento) e os gastos gerais do negócio.

Isso significa que, o fluxo de caixa é uma das formas pela qual se descobre a receita bruta e a receita líquida da organização, já que ele registra toda a circulação de dinheiro dentro da companhia.

#6 Como essas informações ajudam a entender a situação da empresa?

A receita bruta deve ser avaliada para se entender se a empresa está vendendo bem e se os resultados se encontram de acordo com o que se espera dela. Além disso, essa conta ajuda a entender questões relevantes para o futuro do negócio, como o ponto de equilíbrio. Esse fator representa o volume mínimo que deve ser comercializado para que a companhia cubra suas despesas e custos fixos e variáveis.

Avaliando a receita bruta continuamente, dá para se descobrir se a organização está bem ou não, se há algum problema no seu setor de atuação ou se a época de apuração apresenta alta ou baixa sazonalidade. Isso é possível após se analisar aumentos ou quedas no faturamento.

A receita líquida, por sua vez, ajuda entender quanto de dinheiro a empresa está ganhando após a dedução de alguns impostos, das devoluções e dos descontos concedidos. Afinal, é a partir dessa quantia que serão debitadas muitos dos custos e despesas do negócio.

Além disso, a receita bruta pode parecer alta à primeira vista, porém, após os descontos, será possível ver qual a quantia efetiva que realmente entrou no caixa, ou seja, a receita líquida.

O fluxo de caixa permite que o gestor saiba se o volume diário ou mensal de entradas se encontra alinhado com o esperado. Também permite verificar se há muitas despesas ou se há pagamento de juros e taxas por causa da falta de alinhamento entre recebimentos e saídas. Isso ocorre quando boletos de fornecedores vencem antes dos clientes pagarem os parcelamentos.

Em suma, esses três itens podem melhorar o controle financeiro. Com base no DRE, em que está a receita líquida e a bruta, e no fluxo de caixa, você também conseguirá obter informações que ajudam a entender o momento da empresa e projetar o futuro da organização.

Agora que você já sabe o que é receita líquida, receita bruta e fluxo de caixa, que tal descobrir o que significa capital de giro?

Write A Comment

Pin It