Para você começar a investir, em primeiro lugar, é importante saber qual é o seu perfil de investidor, ou seja, o seu nível de tolerância ao risco. Dessa forma, você saberá escolher o investimento que melhor se adequa a você.

Neste artigo vamos te explicar a importância de identificar o seu perfil, além de ressaltar qual a diferença entre os três perfis (conservador, moderado e agressivo) com exemplos dos melhores investimentos para cada um. 🙂

Dica: lembre-se que, mesmo exemplificando os perfis e os investimentos mais comuns de acordo com cada descrição é importante pesquisar e confirmar se as dicas se aplicam a você.

A importância de conhecer seu perfil de risco

Como já dito acima, é vital que conheça sua tolerância ao assumir riscos e que seja sincero com você mesmo para conseguir identificar o melhor modelo de investimento, além de outras variáveis como objetivo do capital (reserva de emergência, viagem, compra de imóvel, etc), período em que deseja manter investido, capital disponível para aplicar, e assim por diante.

A partir dessa análise, é recomendável que estude sobre cada um dos investimentos que acredita ser o melhor para você e que escolha uma instituição confiável e justa para realizar o seu investimento.

Dito isso, é importante que você conheça todos os perfis e características.

Quais são os perfis de investidor e o que significa cada um deles?

Perfil conservador

O investidor conservador preza por segurança na hora de investir. Prefere investimentos sem nenhum risco de perda. Por isso, investe a maior parte do seu capital em renda fixa e apenas uma pequena parcela (ou nenhuma) em renda variável, ou seja, investimentos que combinem com o seu perfil conservador.

Este investidor tem baixa (ou nenhuma) tolerância ao risco, mesmo que sua rentabilidade seja mais baixa, ele prefere investimentos com garantias de retorno.

Perfil moderado

Já este tipo de investidor, ainda preza por segurança na hora de investir e tem pouca tolerância ao risco, ou seja, prefere não correr nenhum risco de perda do capital. Ainda assim, a diversidade da carteira de investimentos é maior e é composta por investimentos de renda fixa e variável e, em alguns momentos, arrisca um investimento de longo prazo com uma maior rentabilidade.

Perfil agressivo

O perfil agressivo é aquele que está disposto a assumir todos riscos, perder parte ou total do capital principal, e consegue lidar emocionalmente com as variáveis de valorização e desvalorização em um curto espaço de tempo e ter a consciência de que será recompensado a longo prazo ou não.

O investimento em Peer-to-Peer Lending é de alto risco e está revolucionando a economia brasileira através do empréstimo coletivo, com pessoas investindo em pessoas, sem as taxas abusivas dos bancos tradicionais e colaborando para o empreendedorismo brasileiro.

Mas não é só o seu perfil que vai definir o melhor investimento. Conforme citamos durante o artigo, além do perfil de risco, é importante que você analise outras variáveis como objetivo, período de investimento e capital disponível.

Caso ainda esteja com dúvidas ao escolher o seu investimento, confira nosso artigo com  tudo o que você precisa saber para começar a investir ou comente aqui embaixo 😉

Gostou do artigo? Compartilhe nas mídias sociais 🙂
Aproveite e nos siga no Facebook, Linkedin e Twitter para ficar por dentro de todas as novidades do mercado financeiro.

Escreva um comentário

Pin It