Denise descobriu uma nova forma de ajudar mães e pais a economizar seguindo o modelo de economia compartilhada.

brinquedos na economia compartilhada

OkiPoki: aluguel de brinquedos do cotidiano, para brincar em casa, com as melhores marcas do mercado.

Quem tem filhos sabe que quando o assunto é brinquedo a lista de desejos dos filhos parece nunca terminar. A cada ano que passa, novos brinquedos viram desejo e os velhos acabam ficando de lado. Foi então que a Denise pensou em uma forma mais consciente de atender a esses desejos e criou a OkiPoki. A OkiPoki é uma locadora de brinquedos e acessórios para crianças de 0 a 6 anos. Além dos brinquedos o site também oferece berços, banheiras e muitos outros acessórios das melhores marcas do mercado. Tudo é feito online e os brinquedos são entregues e retirados na casa do consumidor.

Além da economia, a OkiPoki incentiva um consumo mais consciente e educa não só os pais, mas também as crianças a compartilharem mais e consumirem menos. Denise nos contou um pouco sobre a sua trajetória e como participar do Portfólio Pegasus ajudou o seu negócio.

Biva: Queremos saber um pouco da sua história e trajetória como empreendedor. Como tudo começou?

Denise: Comecei a trabalhar na empresa de meu pai muito nova, com 17 anos e fiquei lá até os 30 anos, quando decidi buscar novos desafios. Com essa aprendizagem de negócio em vários departamentos da empresa, surgiu a vontade de empreender, do meu jeito e com o que mais gostava.

B: Como foi o começo da sua empresa? Como surgiu a ideia do negócio?

D: A ideia surgiu depois que minha filha nasceu e precisei de alguns acessórios e brinquedos. Mesmo depois de ter feito enxoval aqui e nos EUA, por ser mãe de primeira viagem, deixei de comprar muitas coisas que achava desnecessário e outras que achava muito caro para serem usadas por tão pouco tempo! 

Pesquisei o mercado e percebi que existiam algumas opções de aluguel em São Paulo, mas essas tinham poucas opções brinquedos ou um site muito complicado ou mesmo planos com valores muito altos.

Conversei com muitas amigas mães que reclamaram dos brinquedos caros, do desinteresse rápido dos filhos e da bagunça desses brinquedos esquecidos.

Com a experiência em e-commerce e formação em Comunicação, decidi abrir com meu marido esse negócio onde pais e filhos saem ganhando, com tantas vantagens. Hoje nós dois dividimos as funções.

B: O que fez você recorrer à Biva?

D: A facilidade de obter empréstimo pelo site e a rapidez do processo.

B: Qual a maior dificuldade que a Biva resolveu?

D: Meu fluxo de caixa, por ter sazonalidade no negocio.

B: E qual a maior dificuldade de empreender no Brasil para você?

D: A burocracia da formalização e os altos impostos que não são devolvidos aos cidadãos.

B: Se você pudesse dar uma dica para quem está começando ou passando por um momento difícil no seu negócio, qual seria?

D: Organização, planejamento e foco. Se não tiver conhecimento suficiente, busque conhecer ou contrate alguém capacitado para ajudar!

B: Quais são seus planos para futuro?

D: Ampliar e renovar o portfólio de produtos, pois as mães sempre querem novidades nesse mercado e aos poucos ampliar a área de atuação, pois hoje ainda somos restritos a São Paulo.

B: Empreender é:

D: Tirar um sonho do papel e transformar em realidade, com muito trabalho, sem horários e todo dia vender um obstáculo.

B: Por meio do empréstimo colaborativo da Biva, pessoas investiram no seu negócio e assim você pode alcançar mais este objetivo. O que você gostaria de falar para esses investidores?

D: Que eles ajudam pessoas a crescer e terem mais confiança que seus negócios vão dar certo. Invistam cada vez mais em pessoas, pois são elas que estão a frente de pequenos negócios.

 

Gostou da história da Denise e do seu negócio? Confira mais Histórias Biva clicando aqui!